quinta-feira, 4 de novembro de 2010

HPV: veja por que é importante prevenir!




Sou uma mulher super cuidadosa com minha saúde e pelo menos uma vez ao ano faço todos os exames preventivos necessários para garantir uma vida saudável.

Entre os exames que faço anualmente está o Papanicolau, que é o preventivo de câncer do colo de útero, doença causada principalmente pelo HPV-Papilomavirus humano.

Sempre faço entrevisto médicas no programa Revista da Tarde, que apresento de segunda a sexta de 14 às 16 horas, na rádio Inconfidência AM 880, que alertam as mulheres sobre o HPV e que falam sobre a importância do sexo seguro com camisinha e dos exames preventivos.

Resumindo: já ouvi falar muito sobre o HPV porém, nunca havia visto nenhuma fotografia mostrando as várias formas como a doença pode se instalar nas pessoas.

Hoje, ao procurar algumas imagens sobre o HPV fiquei chocada ao ver que esse vírus atinge não apenas as mulheres mas também os homens. E atinge não apenas os órgãos genitais mas, outras partes do corpo, como a mão, a boca entre outros locais.

As fotos são chocantes porém, peço licença para mostrar algumas aqui com o objetivo de chamar a atenção para a importância de se prevenir contra essa doença que pode ser muito grave e é muito mais comum do que se pensa.










Depois de ver essas fotos chocantes, será mais fácil entender por que o HPV é uma doença que mexe tanto com o emocional das mulheres, conforme mostra a  matéria que você vai ler a seguir:



Pesquisa mede impacto emocional da infecção pelo HPV em mulheres 
MARIANA PASTORE


As verrugas genitais causadas pelo HPV (papilomavírus humano) provocam mais impacto na vida das mulheres do que as lesões internas causadas pelo mesmo vírus, que não aparecem a olho nu, mas são mais graves.

A conclusão é de um pequeno estudo com 29 pacientes da Santa Casa de São Paulo.

O HPV é a doença sexualmente transmissível mais comum e afeta cerca de 630 milhões de pessoas no mundo.

Há dois tipos de reação ao HPV: a verruga genital, de baixo risco, e a lesão pré-cancerosa e o câncer, que não são visíveis, mas são de alto risco. O levantamento mostra que a preocupação e o medo são os sentimentos campeões quando o diagnóstico da doença é revelado, seguidos pela raiva.

Segundo a ginecologista Adriana Campaner, coordenadora do estudo, o diagnóstico do HPV causa brigas entre as mulheres e seus companheiros. Entre as avaliadas, 21% relataram conflito com o parceiro lingando a doença à infidelidade e 10% romperam suas relações por causa disso.

Mas, segundo Campaner, essa reação é equivocada, porque não é possível identificar quando a pessoa contraiu o vírus. "A manifestação das lesões pode levar anos."

NÚMEROS
Segundo a ginecologista, 80% das mulheres do mundo todo vão se infectar com HPV pelo menos uma vez na vida. Ainda afirmou que a chance de uma mulher contrair o vírus em uma relação sexual é de 30% a 60%.

TRANSMISSÃO
Em 90% dos casos, o HPV é transmitido por relações sexuais, mas há casos de pessoas que já contraíram o vírus pelo contato com o vaso sanitário, uma toalha umedecida, sabonete e até material cirúrgico que não foi higienizado.

TRATAMENTOS
O condiloma pode ser tratado por métodos químicos ou físicos, que destróem a lesão. Já para tratar a lesão pré-cancerosa, é necessário fazer uma cirurgia para retirada da lesão. O tratamento para o câncer no colo do útero depende do grau de comprometimento do organismo.
"O ideal é descobrir as lesões pré-cancerosas antes de virarem câncer", alerta a ginecologista. "Mas em apenas uma em cada cem mulheres o HPV evolui para o câncer."

PREVENÇÃO
A prevenção contra a doença inclui a prática de sexo seguro, a vacinação e exames regulares -como o papanicolau e a consulta ginecológica de rotina.

18 comentários:

Anônimo disse...

realmente amiga nunca m havia dado conta mas certamente creo k m quedare con estas imagenes para o resto da minha vida incrivelmente horrivel porque as organizaçoes nao poem este tipo d fotos para alertar e persuadir as pessoas no a cuidar-se mas si a conscienciarse
d k es mejor prevenir k llorar!
xau beijao e brigada pelas fotos me han tocado bastante.

Anônimo disse...

Boa tarde. Nesse ano de 2011, dia 03/01, descobri que estou com HPV. Foi um choque pois tive 3 namorados, mantive relações com 2 e sempre com preservativos mas no final do ano passado (2010) comecei a namorar com uma pessoa em quem confio mto. E a partir dessa confiança que eu contrai o vírus. Talvez ele tenha confiado demais nas parceiras dele e eu fui o alvo da doença. Fiquei mto chateada, triste e arrependida de não ter usado preservativo como nos outros relacionamentos, mas já aconteceu e não posso me negativar num momento tão importante. Qdo eu soube, meu namorado estava viajando, passei por grds apuros porque estava sem rumo, perdida sem ter quem procurar ou desabafar. Chorava todas as noites, senti mto mais a falta dele e pensei em até terminar o namoro. Ele n sabia q tinha o vírus, mas poderia ao menos ter usado preservativo com uma namorada relâmpago. Namorei por mais de 7 anos e nunca havia deixado de usar. POr que um homem sempre pensa mais no prazer do que na segurança? Eu não entendo isso. Hoje as verrugas caíram, está cicatrizando. Fizemos amor com preservativo e ele me disse que não sente tanto prazer. O que fazer se foi ele que me contraiu a doença? Será que foi justo eu ouvir isso? Creio que não. Enfim, dia 03/02 voltarei à ginecologista e farei outra cauterização talvez. Quero deixar uma msg bem clara: por mais que confie no homem, não faça sexo sem proteção. Ou se vc, mulher, que já teve vários parceiros, cuidado, pois alguém pode sair machucado. E mto machucado.

Ana Paula disse...

Debora, se eu puder te ajudar em algo, quero que entre em contato comigo. Passarei meu email e quero que não publique. Acabei de te enviar um comentário longo.

josy disse...

mto obrigado por esclarecer duvidas. joselia santos de jacundá-pará

Déborah Rajão disse...

Oi, Ana Paula, agradeço muito seu depoimento pois ele, com certeza, vai ajudar muitas pessoas a ficarem mais atentas e evitar essa doença que é dolorosa física e emocionalmente.
Um grande abraço para você e tudo de bom.

marcia disse...

meu nome é marcia,boa tarde eu contrai o hpv a 15 anos atraz e fazendo sempre o tratamento.em agosto de 2010 começou meu sofrimento nasceu uma verruga em meu anus q cresceu muito e esta me fazendo sofrer to aguardando chamada de um hospital pra fazer uma cirurgia mas a espera é muito dolorida pois ja estamos em fevereiro de 2011 e nada ate agora tenho muito medo de ser tarde demais quando me chamarem pois meu caso se agravou muito.agora não é só uma verruga,acho q estou com cancer pois pesquisei na net e tenho todos os sintomas. muito obrigado pela atenção meu tel 30133569

Déborah Rajão disse...

Oi, Márcia, torço para que vc fique boa, viu?
Acho que deve ir à luta e cobrar das autoridades da sua cidade que disponibilizem com urgência o seu tratamento que é a cirurgia. É um direito seu se tratar e se operar o mais rápido possível.
Portanto, corra atrás.
Muito boa sorte e obrigada por deixar aqui seu depoimento que tenho certeza, servirá de exemplo para muitas pessoas.
Um grande abraço,
Déborah Rajão

Andreza disse...

Ola tambem contari o virus de hpv e sera que tem cura? ja fiz cauterizacao 3 vezes.

Déborah Rajão disse...

Oi, Andreza. tudo bem?Não sou especialista mas li que O HPV tem cura, basta a passoa portadora do vírus HPV fazer o tratamento e seguir rigorosamente os procedimentos médicos para obter a cura do HPV.
Boa sorte para você.

Anônimo disse...

Boa tarde, então queria compartilhar um pouco da minha angustia tbm. Meu namorado estava cm sintomas de hpv veio conversar cmg, que nunca teve, e nao podia ser.. eu fiquei sem reação ontem fui na minha consulta com a gineco e ela confirmou que eu estava com hpv, peguei meus exames anteriores, pois faço preventivo todo o ano, e deu que eu peguei o virus no ano de 2010, e nesse período eu comecei meu namoro. Estou assim sem chão, calma, porém angustiada. Ele tbm está super mal, pois ele que me passou. Mas acho que acima de tudo, nesse momento tao dificil pra mim principalmente que tenho 19 anos, temos que ficar juntos e um apoiando o outro, sei que pra ele tbm nao ta sendo fácil, ele tem 25 anos e nunca esperava isso. Hoje que consegui colocar um pouco das minhas emoções pra fora. Faz uma semana que nao vejo meu namorado por causa da faculdade e dos transtornos, e agora to cheia de duvidas a nivel do relacionamento. Mas hpv tem cura sim. O preservativo protege 70% contra o hpv, entao façam tbm seu preventivo no minimo uma vez ao ano. Boa sorte a todas nós.

Enfermagem disse...

TB TENHO PHV ,PREFIRO N ME IDENTIFICAR O MEU HPV ESTÁ NO INICIO FIQUEI SUPER CHATEADA QUANDO SOU BE POIS BRIGUEI COM MEU MARIDO POIS ELE ERA MUITO MULHERENGO QUANDO NOS CONHECEMOS JA FUI EM VARIOS MÉDICOS PARA OUVIR OUTRA OPINIÃO ESTOU SUPER CONFIANTE DE QUE VOU FIA BOA DIA 31 TENHO UMA CONSULTA COM UMA ESPECIALISTA NO CASO CONFIO EM DEUS QUE VAI DAR TUDO CERTO.

michel marck disse...

Olha a minha esposa tem umas verugas ao lado na virilha e ela ta muito preoculpada, o medico pediu uma biopcia, eu tenho lido sobre o HPV, mais nao tenho visto semelhanças não. essas verrugas ao lado da virilha pode vim ser um começo do HPV, já que ela disse que nasceu de uma verruguinha des de pequena.

Déborah Rajão disse...

Oi, Michel, nem toda verruga significa HPV. Agora, o importante é ela seguir as orientações do médico dela e se tratar.Desejo muito boa sorte a vocês. Um grande abraço.
Déborah

Anônimo disse...

Oi,Débora, fiquei chocada com as imagens que vi...depois que fui morar com meu namorado soube que uma moça com quem ele saiu tinha condiloma, e infelizmente tambem estou, estou desesperada pois ja apareceram algumas verrugas em nós e a dra disse não ter cura, não quero ter mais filhos e me chateia muito saber que tenho.Estou aguardando o resultado de um papanicolau pois o primeiro não tem nada.Mas tenho uma enorme vontade de esganar ele!!!sulanta

Anônimo disse...

Oi, tbm fui alvo do HPV,meu marido teve relação com outras mulheres no ano de 2009, descobri pq fiz o papa e o doutor diagnosticou a doença mas neste mesmo intervalo estava grávida de 2 meses, ele me passou somente uma pomada. Perdi o neném estava com quase 5 meses, o coraçãozinho parou, tive que fazer uma coretagem, Débora vc acha que através da coretagem eu fiquei livre do HPV, pq depois fiz novamente o papa e não constatou nada mais. VC acha que perdi meu nenem por conta do HPV? Podemos correr o risco de estar tbm com HPV na garganta, por conta do sexo oral?

Déborah Rajão disse...

Oi, minha amiga anônima,
Não sou médica, apenas uma jornalista que adora falar sobre saúde e ajudar as pessoas a terem consciência sobre problemas pouco falados, como é o caso do HPV. Já fiz varias entrevistas sobre a doença e leio tudo que sai sobre o assunto.
Sinceramente, acho que você não perdeu seu filho por causa do HPV. Mas, a melhor pessoa para você fazer essa pergunta seria a sua médica. Pergunte para ela. Não tenha vergonha nem medo de perguntar para sua médica ou médico tudo que você não sabe ou gostaria de saber e esclarecer. Esse é um direito que temos.
Quanto à curetagem, você também deve perguntar para um profissional médico sobre essa sua dúvida. Queria lhe aconselhar: já que você tem HPV,volte sempre na sua médica para fazer exames e acompanhar o seu caso, para ver se seu HPV realmente está controlado.
Você perguntou se existe a possibilidade do HPV ir para a boca e para a garganta por causa do sexo oral. E lhe digo: existe sim e tem aumentado o número de casos desse tipo aqui no Brasil. Portanto, mais um motivo para você retornar ao seu médico sempre.
No mais é isso. Não se desespere. Cuide-se e busque orientações sempre sobre o assunto, principalmente junto aos profissionais médicos.
Desejo-lhe uma boa sorte e não desista de ter um novo bebê. Beijo pra você e tudo de bom.
Déborah Rajão.

Anônimo disse...

Boa noite é muito importante o seu trabalho ,no Brasil que a informação as vezes ´fica nula.
Os jovens precisão abraçar esta bandeiras ,sem contas os adultos.
Espero que a vacina cheguei a rede pública, a população de baixa renda possa ser imunizado.
Grato

Anônimo disse...

Boa noite Debora
Quando você disse que o contagio, pode ser por objetos.
Os riscos são enormes, ir p/ um hotel e comfiar que as toalhas , o vaso sanitário estão limpos.