sábado, 27 de junho de 2009

Veja os bastidores do Prosa de Mulher que falou sobre DSTs




O Ministério da Saúde acaba de concluir a maior pesquisa já realizada sobre comportamento sexual do brasileiro. Entre os meses de setembro e novembro de 2008, pesquisadores percorreram as cinco regiões do país para fazer 8 mil entrevistas com homens e mulheres entre 15 e 64 anos. A análise das informações auxiliará na execução e na avaliação da política para a aids e outras doenças sexualmente transmissíveis.

De acordo com o estudo, 77% dessa população (66,7 milhões) teve relações sexuais nos 12 meses que antecederam a pesquisa.

De acordo com o Ministério da Saúde, a cada ano, há 33 mil novos casos de HIV no Brasil. “

As principais diferenças de comportamento estão entre homens e mulheres. Entre eles, 13,2% tiveram mais de cinco parceiros casuais no ano anterior à pesquisa; entre elas, esse índice é três vezes menor (4,1%). 10% deles tiveram, pelo menos, um parceiro do mesmo sexo na vida, enquanto só 5,2% delas já fizeram sexo com outras mulheres. A vida sexual dos homens também começa mais cedo – 36,9% deles tiveram relações sexuais antes dos 15 anos; entre elas esse índice cai para menos da metade, 17%.

A pesquisa constatou ainda que quase metade da população (45,7%) faz uso consistente do preservativo com seus parceiros casuais (usou em todas as relações eventuais nos últimos 12 meses).

As principais diferenças estão entre homens e mulheres e por faixa etária. Homens usam mais preservativos que as mulheres em todas as situações. Os jovens são os que mais fazem sexo protegido em relação aos mais velhos.

A população brasileira possui um dos mais elevados índices do mundo de conhecimento sobre as formas de infecção e de prevenção da aids – mais de 95% da população sabe que o uso do preservativo é a melhor maneira de evitar a infecção pelo HIV.

E foi sobre essa pesquisa, a Aids e prevenção de DSTs que falamos hoje no Prosa De Mulher.
Participaram do Programa as seguintes convidadas: a psicóloga e pedagoga especialista em Criança e Adolescente, responsável técnica da Escola de Saúde Pública de Minas Gerais, Renata Ferreira Jardim de Miranda; a psicóloga e referência técnica de prevenção do Programa Municipal de DST/Aids de BH da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Anna Christina Pinheiro e a jornalista da Rádio Inconfidência Flórence Couto.

Quero agradecer a todas elas pela presença e pelo bate-papo tão intimista e esclarecedor. Foi ótimo tê-las comigo no Prosa de Mulher!

Veja agora as fotos dos bastidores do programa:
Renata Miranda-Déborah Rajão-Anna Christina Pinheiro-






Flórence Couto


Anna Christina Pinheiro


Renata Miranda

2 comentários:

Taísa disse...

Fantástico o "bate-papo" discontraído e informativo que aconteceu nesse sábado. Precisamos de mais eventos como esse, com profissionais tão qualificados, dinâmicos, discontraídos e esclarecedores.
Só gostaria de agradecer.

blogdadeborahrajao disse...

Eu é que agradeço a sua audiência, Taísa. Um beijo pra vc e continue nos ouvindo.