domingo, 5 de julho de 2009

Um bolo, com carinho!


Ao chegar à Radio Inconfidência nesse sábado para fazer o Prosa de Mulher, abri o armário da produção e dei de cara com um bilhete sobre um embrulho, com o seguinte recado: Déborah, a ouvinte Angélica do bairro Carlos Prates mandou este bolo para você.

Quando li a mensagem e vi aquele pacote, confesso que fiquei emocionada. Sempre me emociono quando recebo qualquer manifestação de carinho dos meus ouvintes. Eu amo meus ouvintes, pois eles são a razão do meu trabalho e gestos como esse nos dão a dimensão da importância e da responsabilidade do papel desempenhado por nós locutores.

No bilhete constava o telefone da Dona Angélica e na mesma hora liguei para agradecê-la. Conversamos um pouco e ela disse-me, com uma voz delicada e sensível, que gostava muito de mim e dos programas que apresento na Rádio Inconfidência e que fez o bolo com todo esmero para enviar-me. Realmente, comprovei mais tarde que o bolo de cenoura com cobertura de chocolate da dona Angélica era simplesmente maravilhoso, um dos melhores que já degustei em minha vida.

Ela contou também que mora sozinha, que teve uma infância muito difícil, que tem um filho e uma neta e convidou-me para ir à casa dela. Agradeci dona Angélica e despedi-me com a promessa de um dia ir visitá-la.

Em um mundo, onde as pessoas cada vez mais se fecham umas para as outras, sentem medo, se isolam e evitam se revelar, realmente é muito bom saber que ainda existem seres maravilhosos como são os meus ouvintes do Revista da Tarde e do Prosa de Mulher.

Ouvintes que mesmo sem conhecê-los pessoalmente, os comparo a anjos, tais como dona Angélica do Carlos Prates, Luiza do Fernão Dias, Oraida do Caiçara, Valéria do Santo Antônio, Marisa do Paraíso, Highlander do Barreiro, Péricles e Gisele do Tijuca em Contagem, Davina Lisboa de Lagoa Santa, Dona Antônia do Alípio de Melo, Ana Virgínia do Jardim Vitória, Adelaide do Jaqueline, Dora do Betânia, Rogério Marques de Mateus Leme, Dedé do Parque Riachuelo, Ziza Carneiro de Justinópolis, Nilson de Itabirito, Luzia Serpa do Retiro da Boa Viagem, Aídes do Funcionários, Cida e Emílio Charlac de Araras-SP, Zélia do Cachoeirinha, Vanessa do Salgado Filho, entre tantos outros milhares que todos os dias me acompanham pelas ondas do rádio, que fazem parte da minha vida e que também faço parte da vida deles, mesmo sem poder imaginar como são seus rostos, seus sonhos, suas histórias....

2 comentários:

Luis Bento disse...

Vim tirar um pedaço desse bolo...e um pedaço dessa hisória de vida.

Anônimo disse...

Beleza de textos, que nos faz sentir o querido Vô Rajão ao nosso lado.
Pelas fotos pude sentir a alegria contagiante dos tios e primos.
Beijos a todos.

Cacá