terça-feira, 15 de setembro de 2009

Conceição do Mato Dentro na mídia

O site do jornal O Tempo publicou nesta terça-feira, dia 15 de setembro, duas matérias sobre a novela eleitoral em Conceição do Mato Dento. Leia as duas reportagens abaixo:



Política

Conceição do Mato Dentro. Vitorioso nas urnas tem votos anulados

Presidente da Câmara é empossada após eleição

Nelma Carvalho é a prefeita interina desde a noite de ontem

Rafael Gomes

A Prefeitura de Conceição do Mato Dentro já tem novo comando. Mas quem assumiu o cargo não foi o vencedor das eleições extemporâneas realizadas no domingo. A administração do município está sob a responsabilidade da presidente da Câmara de Vereadores, Nelma Carvalho (PR). A posse dela é apenas um round de mais uma briga pela cadeira de prefeito em Minas.

Nelma assume o cargo em meio a um imbróglio jurídico. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou na sexta-feira a liminar que mantinha Breno Costa (DEM) na prefeitura. Ele teve as contas da gestão anterior rejeitadas. Costa foi comunicado ontem da decisão.

Em meio à disputa de recursos, o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) marcou novas eleições para a cidade, realizadas anteontem. A vitória foi de Breno Costa Júnior, filho do prefeito anterior, com 56,9% votos, contra 41,4% votos de Flávia Mariza Magalhães (PMDB).
No entanto, o registro de candidatura de Júnior foi rejeitado, justamente por seu pai estar no cargo durante a campanha eleitoral. Os votos de Breno foram considerados nulos. O resultado da eleição não foi proclamado pela Justiça.

Depois da ordem da Justiça local, Nelma Carvalho convocou uma sessão extraordinária no início da noite para tomar posse. "Na verdade é um sofrimento para a população. Existe uma insatisfação geral com essa confusão", disse.

Aliada de Breno Costa, a prefeita interina disse que só hoje vai pensar nos assuntos administrativos.

Extemporânea
Custo extra. O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE) gastou R$ 2.352 com a eleição em Conceição do Mato Dentro. Segundo o tribunal, despesas foram somente com a alimentação dos mesários dos 49 pontos de votação. Ainda de acordo com o TRE, o transporte para os distritos mais distantes do centro e na zona rural é feito pelos Correios, que já têm um contrato com a Justiça Eleitoral para prestar o serviço em todas as eleições.


Indefinição

Terceiro pleito é possibilidade

A cidade de Conceição do Mato Dentro pode ter que realizar a terceira eleição para prefeito. O mais curioso é que há a possibilidade de a disputa ser entre os mesmos candidatos que participaram da segunda votação. A Justiça Eleitoral ainda vai se pronunciar sobre o assunto.

De acordo com legislação eleitoral, a eleição deve ser invalidada se o número de votos nulos atingir mais que 50%, como é o caso de Conceição do Mato Dentro, já que Breno Júnior teve 56,9% dos votos. A lei determina que uma nova votação seja realizada para eleger o prefeito.

O motivo da anulação dos votos de Breno foi a permanência do pai no cargo de prefeito durante a campanha. Como Breno Costa foi cassado, ele não estará na cadeira em uma futura eleição, deixando o caminho livre para que o filho se candidate novamente.

A prefeita interina, Nelma Carvalho, teme que a realização da terceira votação piore ainda mais o clima de disputa na cidade. "O clima não está bom. O povo ficou assustado com a quantidade de policiais no domingo. A gente não está acostumada. A disputa está tomando um rumo perigoso aqui. Uma terceira eleição vai ser um caos", relata. (RG).

Publicado em: 15/09/2009


Se quiser conferir as matérias acima na página de O Tempo, clique aqui

17 comentários:

Anônimo disse...

Que tristeza...o povo conceicionense não merece isto!!! É doloroso, logo pela manhã deparar-me com matérias como estas publicadas num jornal de grande circulação estadual, como O Tempo.
Acho verdadeiramente que todos temos uma parcela de culpa nesta fase negra que vive CMD, desde a justiça eleitoral até mesmo o mais humilde dos eleitores, cabendo aos candidatos a parcela maior das culpa, especialmente ao PREFEITO CASSADO BRENO COSTA, que mesmo sabendo de tudo o que poderia acontecer, ou seja, se mantivesse seu filho como candidato, mesmo com sua preliminar cassação, a eleições de 13.09 seria anulada. Agora, nós conceicionenses do bem, temos que ficar convivendo com matérias como estas aí publicadas pelo jornal O Tempo, e sendo motivo de chacotas por toda a imprensa nacional, como se Conceição do mato Dentro fosse uma cidade sem identidade, e seu povo sem personalidade formada...lastimável tudo isto!!!

luchesi disse...

parabéns pelo seu blog,

sempre acompanho e vejo sua imparcialidade em relação a politica, mostrando informações e também nossa cultura.

Aproveitando gostaria da sua ajuda para que possamos junto ao iphan, solicitar o reconhecimento do pastel de angu de conceicao como bem imaterial, visto que itabirito já solicitou temos que nos defender e provar realmente aonde surgiu o puro pastel de angu.

Depois ve uma materia no meu orkut :
http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=371538&tid=5376423624297676499&start=1

Abraços

Anônimo disse...

Infelizmente, esta história ainda vai ter longos e intermináveis capítulos. A prefeita interina já começa a comandar o executivo conceicionense de forma errada mostrando-se inclusive sem preparo e inexperiente, pois segundo notícias vindas de CMD, ela, a prefeita interina acaba de nomear o prefeito CASSADO, Breno Costa,como seu secretário de obras e unfraestrutura.....mal sabe ela que em casos análogos a este, como foi o caso de Itabirito-MG, o prefeito foi cassado, aí assumiu o presidente da camara que imediatamente nomeou o ex-prefeito como seu secretário, aí a justiça mandou desconstituí-lo desta função.....será que vamos vivenciar isto também em CMD.....até quando meu Deus!!!???!!!!

luchesi disse...

Realmente quem gosta de conceição independente de partido polito fica chateado com o que está acontecendo, se tivermos mais uma eleição o que poderá acontecer, uma guerra ou coisa parecida.
Isso e so um comentario.

Luchesi

Em relação a postagem anonima a pessoa escreve bem e deveria identificar pois estamos prescisando de pessoas que não tenham medo de falar, desde que não agrida ninguem ou invente calunia.
Chega de picuinhas,a cidade está em plena fase de crescimento, acho que deveriamos discutir o crescimento sustentavel da cidade, se continuarmos assim, so que é de fora da cidade e que vai crescer e progredir na mesma.

SOU CONCEIÇÃO DE CORAÇÃO.

Luchesi

blogdadeborahrajao disse...

Luchesi, concordo com você. Temos que seguir com a vida em frente.

Acho que nós conceicionenses de dentro e de fora, não devemos ficar chateados nem envergonhados com essa situação política pois ela faz parte do jogo democrático. E Viva a democracia! Só acho inconcebível a violência e o baixo nível da disputa política em Conceição e a falta de um debate ideológico em cima de propostas para nossa cidade.

Quando o anônimo lamenta e diz que o prefeito cassado sabia de tudo que poderia acontecer e mesmo assim manteve a candidatura do filho, acho que isso faz parte das regras do jogo político. Se ele tinha esse direito, por que abriria mão dele? Será que os adversários abririam mão desse direito?

Todo cidadão tem o direito de participar de uma disputa política, desde que se encaixe nas regras previstas em lei. E se o filho do prefeito se candidatou é porque ele se encaixou nas regras, concordemos ou não com elas. Se ele venceu, foi por que a maioria dos eleitores assim o quis e se ele teve os votos anulados, cabe agora à justiça julgar e definir os próximos passos. Isso faz parte da democracia e nunca devemos abrir mão dela.

Também acho importante ressaltar que se ficar decidida pela justiça eleitoral a realização de novas eleições em Conceição, que elas aconteçam em um clima melhor, de mais respeito entre os candidatos, que a campanha tenha menos poluição sonora e que se discutam propostas concretas para nossa cidade, principalmente relativas ao meio ambiente. Chega de ataques e contra-ataques.

Vamos cobrar dos candidatos que o nível da disputa política seja elevado. Afinal, o nosso povo não merece passar novamente pelo clima de hostilidade que se instalou na cidade na última campanha eleitoral.

São os cidadãos que têm que cobrar mudanças desses conceitos atuais da disputa.

Cada cidadão tem sua parcela de responsabilidade em tudo que acontece na cidade. Quando alguém fala mal, fofoca, põe lenha na fogueira ou é intolerante, ele contribui para aumentar as divergências.

Como eu já disse em textos anteriores, eu torço para que Conceição viva em paz e sem rupturas políticas, que seja uma cidade de todos e para todos.. Meu sonho pode ser utópico mas eu não abro mão dele.

E o debate tem que continuar. E que ele seja rico, construtivo e voltado principalmente para o desenvolvimento sustentável de nossa cidade, como você disse muito bem,Luchesi.

Anônimo disse...

Agradeço ao Luchesi pelo elogio, e quanto a vc Deborah querida, esclareço que, quando lamento todos os fatos que acontecem em CMD, não estou me referindo a utilização ou não de artifícios jurídicos que a lei permite, independentemente de qual dos lados o utilizem, concordo plenamente com vc quando, com muita propriedade diz ..."faz parte das regras do jogo político..." sei bem disto, mas, na verdade, o que eu quis dizer não foi que este artifício utilizado pelo prefeito CASSADO não poderia ser utilizado, mas sim que este mesmo prefeito CASSADO, não se utilizou deste meio como meio político, pensando na solução pacífica desta disputa, mas sim por pura vaidade política, sendo egoísta, querendo ser ele o vencedor, e não o povo, conseqüentemente, por toda esta sua truculência, sofremos todos nós, seus eleitores e adversários, enfim,.....todo o povo conceicionense!!!! E, ao final, somos nós que ficamos sempre a mercê de toda esta batalha política travada por dois pólos bem distintos, estando de um dos lados um ex-prefeito, hoje deputado federal (Zé Fernando), que nem mora mais em CMD, e do outro lado um prefeito CASSADO que quer voltar ao poder de qualquer forma....

Pedro disse...

Que isso...
acho que não é preciso falar mais nada.............

Ainda melhor que as postagem da Deborah, melhor ainda são seus comentários.

É claro que cada um tem a sua opinião, mas a grande maioria não consegue (e na maioria das vezes nem tenta) enxegar a situação como um todo, vendo ambos os lados possíveis. Entendo que é difícil, mas é necessário. Devemos ter OPINIÃO e não preferências de afinidades pessoais.

Infelizmente as teorias sociais e políticas exemplares não são aplicadas na prática na maior parte do mundo, devemos então com isso fazer nosso papel como cidadão e exigir nossos direitos.

A idéia é: Sempre pensar positivo

blogdadeborahrajao disse...

Prezado anônimo,
Estou adorando este debate! Como ele é rico! Espero que vários conterrâneos nossos acompanhem essa discussão de alto nível!

Todos temos muito a aprender com tudo isso. Aprender sobre política, sobre lei eleitoral, sobre democracia, sobre comunicação, sobre direitos do cidadão e vários outros assuntos importantes. O bom de viver é aprender todos os dias. Se não aprendemos com as experiências deixamos de crescer e consequentemente de viver.

Deixando de lado a filosofia, gostaria de me posicionar quanto á questão colocada por você referente ao fato do Prefeito cassado não ter cedido e desistido da disputa pelo poder. Ora, o Prefeito cassado foi eleito através de uma escolha popular legitima e democrática, que tem e deve ser respeitada.Se ela possui erros, isso é outra discussão. O fato é que ela existe para ser seguida.
(Continua abaixo)

Muito bem, o senhor disse em seu comentário:
....“sei bem disto, mas, na verdade, o que eu quis dizer não foi que este artifício utilizado pelo prefeito CASSADO não poderia ser utilizado, mas sim que este mesmo prefeito CASSADO, não se utilizou deste meio como meio político, pensando na solução pacífica desta disputa, mas sim por pura vaidade política, sendo egoísta, querendo ser ele o vencedor, e não o povo, conseqüentemente, por toda esta sua truculência, sofremos todos nós, seus eleitores e adversários, enfim,.....todo o povo conceicionense!!!!"

A minha opinião sobre isso é que todo político é vaidoso, raríssimas exceções. Por isso eles amam tanto o poder e não querem perdê-lo. Mas não vejo a vaidade como problema. Acho até que ela é saudável e importante se voltadas para os interesses públicos e não apenas pessoais.

Agora, discordo quando você diz:

”querendo ser ele o vencedor e não o povo...”

Ora, se a maioria do povo o escolheu , ele venceu legitimamente e o povo que o elegeu também venceu, pois estava do lado dele. Além do mais, o voto é livre, apesar dos cabrestos ainda existirem, infelizmente. Mas, sinto que o Brasil avança a cada pleito.

Os eleitores aprendem cada vez mais a importância do voto, graças ao debate que se amplia cada vez mais no vários meios de comunicação.

Voltando a filosofar um pouco, quando você diz que o prefeito cassado é truculento, essa é uma opinião sua, criada a partir de suas impressões... As pessoas que o apóiam o acham corajoso e destemido. São opiniões antagônicas e não sei valem a pena serem confrontadas.

Pessoalmente, prefiro discutir sem me envolver emocionalmente, sem partidarismos pois assim mantenho minha lucidez sobre os fatos e posso sugerir ou propor reflexões sobre os vários problemas que envolvem nossa cidade.

Continua abaixo:

blogdadeborahrajao disse...

Continuando o assunto em resposta ao senhor anônimo:

Eu não me preocupo se quem vai governar a cidade é A ou B. O que me preocupa é de que forma eles vão governar nossa cidade. Se com interesses coletivos, visando à construção de uma cidade onde todos tenham direito de melhorar de vida, ter uma vida saudável e feliz, sempre de forma sustentável ou interesses que beneficiem apenas grupos partidários ou familiares.

Se vão governar de forma transparente. Todo administrador tem que prestar contas ao povo. Acho que toda prefeitura deveria ter um site mostrando todas as verbas que o município recebe e como elas são usadas. É o mínimo que se pode esperar de alguém eleito para cuidar dos interesses públicos. E isso nunca foi feito em Conceição! Temos que cobrar essa transparência!

Acho que todos os políticos que governam uma cidade deveriam ao sair fazer uma solenidade de prestação de contas de seu governo, mostrando tudo que recebeu de verbas e o que foi feito com elas, todas as obras, investimentos em saúde, educação, cultura e lazer.

Também acho importante a participação das pessoas nesse processo. Todos os cidadãos, independente de apoiar A ou B, tem o dever de cobrar dos vereadores que fiscalizem o executivo, o emprego correto das verbas. Podem e devem solicitar e cobrar obras públicas.

Devem procurar participar mais da vida da cidade de forma positiva. E de forma unida e não com rixas e desavenças. Se as pessoas estão em lados opostos na política, pelo menos que respeitem o direito de escolha das pessoas e abram o diálogo. Afinal, estamos em uma democracia e não podemos abrir mão dela!
Um grande abraço!

blogdadeborahrajao disse...

Pedro, que bom ter você participando deste debate. Fico mais feliz ainda em ver que você conseguiu entender tudo que eu disse. Um abraço e seja bem vindo sempre.

Anônimo disse...

Democracia e' caso de respeitar a Suprema VONTADE POPULAR nas URNAS, a morosa Justica,que limite suas interferencias.
CARGO DE CONFIANCA e' do TITULAR , nao da Justica.

luchesi disse...

Debora,
um excelente espaço criado por você, principalmente quando expressa a sua opinião e tenho certeza que essa eleição eleva conceição a um novo pensamento, pois estamos em plena fase de crescinento e chegou a hora de realmente saber o que queremos da nossa cidade, como preservar a nossa origem, cultura e como sabemos hoje andamos em Conceição e deparamos com muitos visitantes/moradores.
Uma nova fase nos espera e quero me preparar para ajudar a atravessar esse desafio com muito entusiasmo e perseverança de um futuro grandioso para nossa bucólica mato dentro.

Sou Conceição de coração

Luchesi

Anônimo disse...

Prezada Deborah, realmente não entendi o porquê de várias tréplicas feitas por vc aos meus comentários, acredito que, se vc democraticamente abriu um espaço para que pudéssemos emitir nossas opiniões, não vejo razões concretas para suas respostas feitas em relação aos meus comentários. Agora, quero deixar aqui registrado que achei simplesmente brilhante a sua ideia, conforme a seguir muito bem relata "...Acho que toda prefeitura deveria ter um site mostrando todas as verbas que o município recebe e como elas são usadas. É o mínimo que se pode esperar de alguém eleito para cuidar dos interesses públicos. E isso nunca foi feito em Conceição! Temos que cobrar essa transparência!
Acho que todos os políticos que governam uma cidade deveriam ao sair fazer uma solenidade de prestação de contas de seu governo, mostrando tudo que recebeu de verbas e o que foi feito com elas, todas as obras, investimentos em saúde, educação, cultura e lazer..."

É isto aí...brilhante ideia, quem sabe não a enviamos ao nosso legislativo municiapal!!!

E o debate tem e precisa continuar....

Parabéns mais uma vez pela bela iniciativa.

vitor disse...

Vou confessar que ja estou ficando casado de tanta confusão que está nesta cidade.As pessoas comentam na rua: "que se for para elas voltarem nas urnas para eleger o candidato que elas querem irão voltar "....
Mas as pessoas tem que parar para olhar, e pensar que quem está perdendo é o município e elas também.Mas não, só estão pensando na confusão na raiva que estão sentindo pelo seu candidato não está comandando prefeitura.
Mas as pessoas tem que olhar que:Quem tem alguma coisa a pagar a justiça tem que ser paga e não adianta tentar reparar os erros com palavras bonitas como já escutei aqui nessa terra de exemplos e valores que é nossa querida Conceição do Mato Dentro, o povo como os candidatos falam não pode ser enganado, o povo não merece isto que está acontecendo, nós conceicioneses queremos paz e honestidade com os nossos governantes.
Mais uma coisa que quero relatar e que já passou a eleição suplementar e assim mesmo o candidato que se diz vitorioso continua com carros de som nas ruas da cidade, atrapalhando e incomodando os cidadões que nela vivem como muitas vezes já aconteceu de passar na avenida JK a principal da cidade e atrapalhar os alunos das escolas como acontece na minha sala que é de frente para está avenida.Já não basta na época da campanha política?!?!?!...
Está ai, Conceição pode ter a sua terceira eleição, agora eu me pergunto:"Porque o ex-prefeito não aceitou o a decisão da justiça e saiu da prefeitura?
Na minha opinião se os políticos querem mesmo o bem da nossa cidade, porque não aceitam a decisão da JUSTIÇA que cabe a qualquer um cidadão obedecer.
Pois é, termino esse comentário indignado com o que acabo de lê e pensar que o caus que foi essas últimas eleições tinha acabado.

blogdadeborahrajao disse...

Prezado senhor anônimo,

Acho que o sr. ou sra. não entendeu as minhas colocações. Minha intenção não era fazer tréplicas, mas sim tentar analisar de forma imparcial e sem paixão os dois lados da situação. Para vocês que estão inseridos nesse jogo fica mais difícil olhar de forma imparcial política em CMD , eu entendo, até porque as preferências existem, naturalmente, e eu as respeito.

Porém, não moro nem voto aí, não tenho vínculos nem interesses partidários, e talvez por isso consiga analisar a situação com um outro olhar, indo um pouco além dos ranços e rixas.

Como eu disse, não estou aqui para defender A ou B, mas para tentar ir além dessa disputa e chamar a atenção sobre a importância de todos nós conceicionenses pensarmos grande e nos conscientizarmos que a política em CMD não deve se restringir a uma disputa eleitoral.
Avancemos, pois!

Enquanto as pessoas só se preocupam em falar mal dos adversários, coisas mais importantes como a exploração mineral, desenvolvimento sustentável, plano diretor, ocupação irregular do solo, saúde, educação, meio ambiente, uso de verbas e projetos para a cidade ficam esquecidos.

Portanto, sugiro que leia novamente o texto que escrevi em resposta a você e tenho certeza que vai entender a minha mensagem e perceber o que eu realmente quis dizer com minhas palavras.

Quanto a sugerir ao nosso legislativo que crie uma lei referente à minha sugestão de dar total visibilidade e transparência á gestão de verbas públicas e prestação de contas pelo executivo, acho que passou da hora de apresentar essa sugestão aos nossos vereadores. Portanto, mãos à obra! Se precisar de ajuda, conte comigo!

No mais, um abraço fraterno.

Anônimo disse...

OK...entendi perfeitamente, apenas para constar também informo que está equivocada ao afirmar que estou inserido neste jogo político conceicionense, minha intenção é a busca por dias melhores para Conceição, ademais, assim como vc, não moro em CMD, não tenho vínculos nem interesses partidários, nem muito menos tenho minha visão política pautada em valores éticos e morais que estão muito além dos ranços e rixas.
Por fim, segui sua sugestão, li novamente suas postagens de ontém (16.09) e realmente compreendi o que vc quis dizer.
Valeu pela solidariedade em ajudar a levar sua idéia aos vereadores de CMD, vamos esperar passar esta núvem de indecisões políticas e pensaremos nesta idéia num futuro proximo.

Abraço carinhoso....

Anônimo disse...

Para mim, o maior erro foi do TRE nesta situação.

Na verdade foram 2 erros. O primeiro de marcar novas eleições antes de ter a situação do Prefeito eleito Breno Costa estar totalmente resolvida. Se ele ainda estava no poder o TRE deveria esperar o último julgamento. O segundo erro foi aceitar, no primeiro momento, a candidatura do filho de Breno Costa para depois indereri-la.
Se não houvesse esta bagunça jurídica do TRE não haveria razão para o impasse e o desgaste que a população tem sofrido.
A justiça também erra, e feio.